O JEJUM REGENERA SEU SISTEMA IMUNOLÓGICO...


É frequentemente usado como um método rápido de perda de peso - mas o jejum também pode ajudar o corpo a combater as doenças.

Abster-se de alimentos por apenas dois 2 pode regenerar o sistema imunológico, ajudando o corpo a combater a infecção, de acordo com um novo estudo.

Cientistas disseram que as descobertas podem ter grandes implicações para os idosos e pessoas que sofrem de sistemas imunológicos danificados, como pacientes com câncer.

Pesquisadores testaram os efeitos do jejum por períodos de dois a quatro dias ao longo de seis meses em ratos e humanos.

Em ambos os casos, longos períodos de não ingestão reduziram significativamente as contagens de glóbulos brancos, em camundongos, cada ciclo de jejum "acionava um interruptor regenerativo", baseada em células-tronco de novos glóbulos brancos, renovando o sistema de defesa do corpo.



Valter Longo, professor da Universidade do Sul da Califórnia, disse: “Ele dá o OK para que as células-tronco avancem e comecem a proliferar e reconstruir todo o sistema.

“E A BOA NOTÍCIA É QUE O CORPO SE LIVROU DAS PARTES DO SISTEMA QUE PODEM SER DANIFICADAS OU ANTIGAS, AS PARTES INEFICIENTES, DURANTE O JEJUM.”

Ele acrescentou: "Agora, estiver com um sistema muito danificado pela quimioterapia ou envelhecimento, os ciclos de jejum podem gerar, literalmente, um novo sistema imunológico".

O estudo também descobriu que o jejum reduz os níveis da enzima PKA, um efeito que é conhecido por aumentar a longevidade em organismos simples, bem como os níveis do hormônio IGF-1, que tem sido associado ao envelhecimento, progressão do tumor e risco de câncer.

Além disso, um pequeno ensaio clínico piloto descobriu que o jejum por um período de 72 horas antes da quimioterapia protegia os pacientes contra a toxicidade.

“Enquanto a quimioterapia salva vidas, causa danos colaterais significativos ao sistema imunológico. Os resultados deste estudo sugerem que o jejum pode mitigar alguns dos efeitos nocivos da quimioterapia ”, disse Tanya Dorff, professora da Universidade do Sul da Califórnia.

"Mais estudos clínicos são necessários, e qualquer intervenção dietética deve ser realizada apenas sob a orientação de um médico."




Fonte:  Artigo Original

4 comentários:

  1. Nossa que bacana,eu queria muito fazer o jejum de 2 dias,até agora eu consigo fazer 24hs no máximo. Vou me preparar psicologicamente e tentar fazer um mais longo.

    ResponderExcluir
  2. Vou tentar fazer de 2 dias pra migrar pro jejum de 3dias🤣🤣🤣

    ResponderExcluir

Recent

recentposts