DE QUANTO TEMPO É A SUA JANELA??

A maioria dos animais alterna períodos de alimentação (janela alimentar) com períodos de jejum que coincidem frequentemente com o sono.



Após> 24 horas de jejum, humanos, roedores e outros mamíferos entram em fases metabólicas alternativas, que dependem menos da glicose e mais de fontes de corpos cetônicos.

Tanto o jejum intermitente quanto o periódico resultam em benefícios que vão desde a prevenção até o tratamento aprimorado de doenças. Da mesma forma, a alimentação com restrição de tempo, em que o consumo de alimentos é restrito a certas horas do dia, permite que o período de jejum diário dure> 12 horas ou mais, conferindo benefícios.




Inerente a este ciclo alternado de alimentação e jejum (independentemente do ritmo circadiano) está a teoria de que a "fisiologia do jejum" (processos bioquímicos associados ao jejum) É DESENCADEADA UMA VEZ QUE A ENERGIA ARMAZENADA ESTÁ SENDO UTILIZADA E, PORTANTO, ISSO NÃO OCORRE DURANTE O PERÍODO DE ALIMENTAÇÃO.




Os humanos modernos enfrentam desafios e soluções complexas para a saúde. Embora a prevenção, a vacinação e o tratamento de doenças infecciosas faz com que tenhamos a nossa  vida útil prolongada, a presença de luz artificial possibilita a atividade humana ao longo das 24 horas do dia.

ESTE CICLO INTERROMPIDO DE ATIVIDADE-ATIVIDADE INTERROMPE INDIRETAMENTE O CICLO DIÁRIO NATURAL DE ALIMENTAÇÃO E JEJUM, E FACILITA A INGESTÃO CALÓRICA EXCESSIVA.

Se diariamente, o jejum periódico diário ou alternativo pode promover uma vida saudável, exercendo efeitos pleiotrópicos, restaurar um período de jejum ou mudar para uma dieta que imita o jejum pode ser uma estratégia de tratamento eficaz para várias doenças crônicas.

Estudo Cell Metabolism Fasting, Circadian Rhythms, and Time-Restricted Feeding in Healthy Lifespan

Traduzido e adaptado por Flávia Trajano

Criadora da Fan Page e administradora do grupo : JEJUM INTERMITENTE SEM MITOS

Um comentário:

Tecnologia do Blogger.