FÍGADO GORDO, ESTEATOSE HEPÁTICA!! SAIBA TUDO!!

O fígado está no comando de armazenamento e produção de energia alimentar. Após a absorção através dos intestinos, os nutrientes são entregues diretamente através da circulação portal para o fígado. 

A GORDURA CORPORAL QUE É ESSENCIALMENTE UM MÉTODO DE ARMAZENAMENTO DE ENERGIA ALIMENTAR, NÃO É DE ADMIRAR QUE AS DOENÇAS DE ARMAZENAMENTO DE GORDURA ENVOLVEM O FÍGADO INTIMAMENTE.




Dr. Samuel Zelman fez a conexão pela primeira vez, ENTRE DOENÇA HEPÁTICA E OBESIDADE em 1952.

 Ele observou doença hepática gorda em um hospital de pessoas que bebiam mais de vinte garrafas de Coca-Cola diariamente.
 Isso já era uma complicação bem conhecida do alcoolismo, mas esse paciente não bebia álcool. Que a obesidade poderia causar dano hepático semelhante por si só era completamente desconhecido naquele momento 




A Insulina empurra a glicose para a célula hepática, gradualmente preenchendo-o. O fígado liga DNL para converter este excesso de glicose em gordura, a forma de armazenamento de energia alimentar. Excesso de glicose, juntamente com excesso de insulina, durante um longo período de tempo causa eventualmente o FÍGADO GORDO.

A resistência à insulina é um fenômeno de transbordamento, onde a glicose é incapaz de entrar na célula que já está sobrecarregada. O fígado gordo, uma manifestação destas células sobrecarregadas, cria resistência à insulina. O ciclo prossegue da seguinte forma:

Hiperinsulinemia causa fígado gordo.



O fígado gordo provoca resistência à insulina.
A resistência à insulina leva à hiperinsulinemia compensatória. 




O fígado gorduroso está claramente associado em todas as fases, desde a mera resistência à insulina até a pré-diabetes, até à diabetes completa, mesmo independente da obesidade global. Esta relação mantém-se em todas as etnias, seja asiática, branca ou afro-americana. 




Dr. Jason Fung





QUER APRENDER A FAZER JEJUM??? GUIA PARA INICIANTES - clique aqui

Traduzido e adaptado por Flávia Trajano



Criadora da Fan Page e administradora do grupo : JEJUM INTERMITENTE SEM MITOS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Recent

recentposts