JEJUM PREVINE DOENÇAS - FACULDADE DE MEDICINA DE YALE

Pesquisadores da Faculdade de Medicina de Yale descobriram que um mecanismo produzido pelo corpo quando se faz dieta ou jejum pode bloquear uma parte do sistema imunológico que provocam várias doenças inflamatórias, como: diabetes tipo 2, aterosclerose e doença de Alzheimer.




Os pesquisadores descreveram como o composto β-hidroxibutirato (BHB) inibe diretamente o NLRP3, que é parte de um complexo conjunto de proteínas chamado inflammasome. O inflammasome conduz a resposta inflamatória em várias doenças, incluindo doenças auto-imunes, diabetes tipo 2, doença de Alzheimer, aterosclerose e doenças auto-inflamatórias.




"Esses achados são importantes porque metabólitos endógenos como BHB que bloqueiam o inflammasome NLRP3 poderia ser relevante contra muitas doenças inflamatórias, incluindo aqueles onde existem mutações nos genes NLRP3", disse Vishwa Deep Dixit, professor na Seção de Medicina Comparada na Yale School De Medicina.


BHB é um metabolito produzido pelo organismo em resposta ao jejum, exercícios de alta intensidade, restrição calórica ou consumo da dieta cetogênica de baixo carboidrato. Dixit disse que é bem conhecido que o jejum e a restrição calórica reduzem a inflamação no corpo, mas não estava claro como as células imunes se adaptam à disponibilidade reduzida de glicose e se elas podem responder aos metabolitos produzidos pela oxidação da gordura.


Trabalhando com camundongos e células imunológicas humanas, Dixit e seus colegas se concentraram em como os macrófagos - células imunes especializadas que produzem inflamação - respondem quando expostos a corpos cetônicos e se isso afeta o complexo de inflammasona.


A equipe introduziu BHB para modelos de ratos de doenças inflamatórias causadas por NLP3. 

Eles descobriram que isso reduziu a inflamação, e que a inflamação também foi reduzida quando os ratos foram submetidos a uma dieta cetogênica, o que eleva os níveis de BHB na corrente sanguínea.  

Outros autores do estudo incluem Yun-Hee Youm, Kim Y. Nguyen, Ryan W. Grant, Emily Goldberg, Monica Bodogai, Dongin Kim, Dominic D'Agostino, Noah Planavsky, Christopher Lupfer, Thirumala D Kanneganti, Seokwon Kang, Tamas L. Horvath, Tarek M. Fahmy, Peter A. Crawford, Arya Biragyn e Emad Alnemri.A pesquisa foi financiada em parte pelo National Institutes of Health concede AI105097, AGO43608, AG031797 e DK090556.

Traduzido e adaptado por Flávia Trajano
Edição de Imagens: Flávia Trajano
Criadora da Fan Page e administradora do grupo : JEJUM INTERMITENTE SEM MITOS



Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.