COM O JEJUM APRENDI QUE!! Ficar sem doce foi difícil, mas


Das coisas que o jejum me ensinou:
- Sempre fui ansiosa. Sempre tomei remédios achando que meu problema com a comida era uma ansiedade criada na minha cabeça. E essa ansiedade só começou quando eu comecei a comer de três em três horas. Pratico o jejum intermitente há quatro meses, respeitando os limites do meu corpo, e hoje sou tomada por uma alegria enorme quando digo que minha ansiedade sempre esteve relacionada ao fato de viver preocupada em comer a cada momento para não engordar;

- Entendi o que é fome e o que é vontade de comer. Amo a low carb, nunca tive dificuldade em tirar os carboidratos, mas sim os doces. Ontem fui na pizzaria, comi duas fatias e estava saciada. Não senti vontade de pizza doce. 


Respeito o momento de parar!


- Ficar sem doce foi difícil, mas mudou a minha vida. Tenho mais disposição, não tenho mais dores de cabeça como tinha antes… E não me sinto refém de um bombom todo o dia após o almoço.


- Faço o jejum de acordo com a minha vontade. Se eu não sinto fome por 16 horas, simplesmente não como. Tão básico, tão bom e tão libertador.

- Não tive grandes alterações de peso, mas vou dizer uma coisa pra vocês. A vida inteira tive o sonho de ter um corpo que não me pertencia. Tenho quadril largo, muita coxa e isso era inaceitável pra mim. Passei a me aceitar e a entender que esse é o meu corpo e, apesar de alguns esforços, tenho essa estrutura que dificilmente consigo mudar. O dia que me aceitei tudo ficou mais fácil – consegui emagrecer de forma saudável, gradativa e permanente.

- Nestes dias de festa, aumentei 1kg, apenas de inchaço e um pouquinho de doce que abusei. Entendi, neste período, que sempre foi o pior pra mim, que eu realmente adotei um estilo de vida, e não uma dieta.

- Meu marido adotou este estilo há dois meses e já eliminou 7kg. Como eu disse, gradativo, sem sofrimento.
Bendito o dia que eu entendi o que é de verdade o jejum!!


Autora do texto: Fernanda, integrante do grupo JI sem mitos


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.