Este executivo do Facebook diz que jejuar por 15 horas por dia mudou sua vida




Dan Zigmond, diretor de análise no Facebook, costuma fazer seu desjejum com uma tigela de aveia coberta com iogurte grego e cranberries secas.



Mais tarde, ele recebe o almoço e mais tarde seu jantar também nas dependências da empresa.  Seus colegas de trabalho nem desconfiam que  Zigmond é praticante de um estilo alimentar chamado JEJUM INTERMITENTE, que é NÃO COMER durante um período de  14 horas várias vezes por semana.

"Muitos de nós comemos no trabalho ou nos intervalos. Fica meio difícil  controlar o que você come nesses momentos, diz Zigmond Business Insider, vários dos seus amigos tentaram dietas extremas e restritivas mas não deram continuidade ao restringir muito certos tipos de alimentos. 



"Mas uma coisa que basicamente todos podemos controlar é o tempo."


Em 2014, Zigmond começou um  trabalho sobre alimentos na empresa Hampton Creek, onde ele foi cercado por cientistas de alimentos, biólogos de plantas e chefs. Eles conversaram sobre suas escolhas alimentares constantemente e compartilhava pesquisas  sobre vida saudável.
Um artigo do Instituto Salk de Estudos Biológicos sugeriu que QUANDO você come pode ser tão importante tanto quanto O QUE VOCÊ come. 

Ratos cuja alimentação era restrita a certas horas do dia, tornaram-se mais MAGROS do que os ratos que se alimentavam sempre que quisessem.Zigmond conta que na Microsoft, Google e YouTube entre seus empregos  anteriores - era sempre lembrado pelo tempo que viveu em um templo budista na Tailândia anos atrás. Os monges seguiam uma rotina semelhante, fazer jejum por algumas horas diariamente.
No final de cada dia, eu contabilizava quantas horas eu tinha comido naquele dia", diz Zigmond. "Mas eu cheguei com facilidade a ficar sem comer por nove horas, eu simplesmente adorei, me senti imediatamente melhor e comecei a perder peso".

PERDI MAIS DE  20 QUILOS em menos de um ano.

Zigmond, um pai e um budista praticante, diz que ele acorda sentindo-se revigorado e nunca vai para a cama com fome. Ele não consegue se lembrar da última vez em que sentiu uma "fome insaciável".

"Eu comia das nove da manhã às seis da tarde.Para algumas pessoas, esse não seria o horário certo", diz Zigmond.

"A pior coisa quevocê pode fazer pelo seu corpo é comer o tempo todo."




A ciência por trás do jejum intermitente ainda é irregular. A maioria dos estudos usa roedores  como sujeitos de teste, ao invés de primatas e pessoas.


Ainda assim, o jejum intermitente está  presente entre executivos da tecnologia do vale do Silício que usam o JEJUM para  aumentar o foco e a produtividade e promover a longevidade.

A maioria dos colegas de trabalho de Zigmond no Facebook não sabia sobre seu jejum até que ele anunciou seu livro, "Dieta de Buda: A arte antiga de perder peso sem perder a sua mente", .


Artigo original (AQUI)
Traduzido e adaptado por Flávia Trajano
Edição de Imagens: Flávia Trajano

Criadora da Fan Page e administradora do grupo : JEJUM INTERMITENTE SEM MITOS

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.